Skip navigation

Talvez por ser um otimista inveterado, um inconformado idealista com foco racional, atraído pelo anti-fluxo criativo nem sempre comum de comportamentos padrões, dia desses o livro ‘A Felicidade’ (Editora Globo, 132 páginas, R$ 44,90), caiu nas minhas mãos…

Obra imperdível para uma realidade criativa mais FELIZ!

Folheando as páginas ainda na livraria, não conseguia desviar o olhar das cores que estampavam a diagramação fascinante do livro. Ao mesmo tempo, me divertia com as inúmeras citações de filósofos gregos, pensandores políticos, econonomistas contemporâneos, que me falavam tanto `a mente quanto ao coração. A identificação com frases de Platão, Sócrates, economistas como Adam Smith, o teórico político Jean Jacques Rousseau, tudo me lembrava a mesma autencidade, nua e crua, híbrida entre cultura, trabalho e lazer que  busco expressar no Life+Style.

O livro tem um Q de viagem interior, reflexo de uma análise de comportamento social do ocidente através dos tempos. Leitura perfeita tanto para executivos idealistas quanto para líderes de ONGs empreendedores, independente de nacionalidade, status social, raça, a obra toca em pontos contemporâneos na busca, (e na minha opinião, mais importante) no alcance da FELICIDADE.

 “Por mais breve que seja sua vida, nenhum homem é tão feliz a ponto de muitas vezes não desejar estar morto”  Heródoto.

De forma suave e imparcial, os autores se detém em fatos, muitas vezes estastísiticos, ao relacionar a história do comportamento social com a realidade de transição que a época pós industrial nos apresenta. Fatos como a força da religião, que durante séculos serviu para o homem acreditar que a FELICIDADE  eterna existe, só que numa vida após a morte… de como a industrialização, que durante o século XX insituiu a busca da mesma FELICIDADE através do suor, sugere a competição e o trabalho cego e árduo com caminho de uma existência ‘feliz’.

Numa vida onde assistimos o trabalho repetitivo e generalizado cada vez mais substituído por máquinas e pelo requinte tecnológico, é na emoção do entusiasmo e da realização pessoal que o caminho do trabalho – e da FELICIDADE – se encontram.

Pai do ÓCIO CRIATIVO e um dos estudiosos mais respeitados da sociologia do trabalho na sociedade pós industrial, Domenico de Masi dá um show de síntese de vida feliz, numa busca eterna e inerente `a condição humana na superação de desafios.

Em poucas linhas entende-se por ócio criativo, o estado de executar tarefas com tanta paixão, e respeito por si, que trabalho, lazer, cultura, se misturam e se complementam num amálgama – de FELICIDADE. Segundo os autores, o resultado de uma vontade de expressão cada vez mais individual ligado `a paixão, vai estimular o trabalho com sentido comunitário, muito mais pelo desejo voluntário de crenças pessoais, do que pela obrigação imposta. Um lugar onde o reconhecimento de FELICIDADE ficará cada vez mais  próximo do sentido de auto-realização.

FELICIDADE E CONHECIMENTO

Os autores analisam  várias facetas. Uma dela – de interesse em particular – é a do OTMISMO, e as razões para ser feliz na atualidade: o aumento do tempo de vida média, o crescimento da riqueza mundial, a excelência da física e intelectual, o trabalho executivo e burocrata relegado a maquinas e finalmente a valorização do trabalho criativo… ao longo do livro, percebe-se também a substituição do frenesi da informação da era industrial pelo poder do conhecimento da era pós-industrial. Assim como o conceito de que, diferente de acesso `a informação, CONHECIMENTO requer educação do olhar, ética de atitude,  para se fazer escolhas melhores, mais conscientes, a longo prazo, para si e para o bem comum.

“Educar significa enriquecer as coisas de significados.”  John  Dewey.

FELICIDADE E LUXO

Na época pós industrial, LUXO é diferente de distância, de status, de diferença entre ricos e pobres. Pelo contrário, o LUXO está diretamento ligado ao maior TEMPO LIVRE, que o homem terá com os avanços da tecnologia. Nesse sentido, aprimorar a maneira para lidar com o ócio – da escolha do livro que vai ler, do filme que vai ver, da viagem que irá fazer, do hotel em que vai se hospedar –  torna-se um trabalho de educação necessária. Ainda define-se por LUXO a possibilidade de executar funções que sejam o reflexo daquilo que se É, transcendendo a necessidade da pura subsistência. O livro ainda é enfático quando diz que “trabalho é profissão e tempo livre, arte…”

O fato de BLOGs especializados – consistentes e fidedígnos – conquistarem aos poucos o mesmo interesse de leitores que grandes revistas é mostra do novo mundo de influência intelectual ( e códigos de educação) que vivemos.

FELICIDADE E ESTÉTICA

Outra razão pela qual vale a pena a leitura do livro, são 10 tendências de comportamento que traçam para o ano de 2020.

Vivendo num tempo onde o tempo é marcado por relógios que registram a precisão de milésimos se segundo, quem precisa de mais tecnologia para ser FELIZ? Uma das tendências apontadas pelos autores – e que me faz relacionar com a criação e existência do LIFE+STYLE – é a valorização cada vez maior da estética para o alcance da FELICIDADE ainda nesta vida, cada dia mais longa, e por isso mais repleta de desafios. Com tanta tecnologia, será o apuro formal dos objetos, que farão a diferença competitiva.

“O animal constrói segundo o padrão e as necessidades da espécie a que pertence, ao passo que o homem sabe produzir segundo o padrão de qualquer espécie… O homem constrói também segundo as leis da beleza.”   Karl Marx

O livro ainda preconiza que para viver a civilização do ócio, de modo pleno e feliz, não será preciso dinheiro, mas CULTURA e LIBERDADE. É  neste caminho suave mas contundente, de coragem, pouco dispendioso e muito rentável, que fica a dica para o alcance da FELICIDADE.

A citação zen que está no fim da obra, resume também a existência do LIfe+Style.

“Quem é mestre da arte de viver faz pouca distinção entre o trabalho e o tempo livre, entre a sua mente e o seu corpo, a sua educação e religião. Com dificuldade, sabe o que é o que. Persegue simplesmente a excelência em qualquer coisa que faça, deixando que outros decidam se está trabalhando ou brincando. Ele sempre acha que está fazendo as duas coisas ao mesmo tempo.”  Pensamento Zen

————————-

SOBRE OS AUTORES:

domenico de masi – ensina sociologia do trabalho na universidade la sapienza, em Roma. Estuda os problemas realcionados `a organização, `a criatividade e `a estética.

oliviero toscani – fotógrafo, estudou na universidade de artes de Zurich. Fotógrafo de moda das mais importantes revistas internacionais; idealizou a revista colors, voltada ao tema da diversidade, é criador de imagem coordenada de grandes marcas internacionais.

____________________________________________________________________________________________
Advertisements

5 Comments

  1. Olá!!
    Obrigada pelo post neste final de tarde de 6ªf – semana com muito trabalho e realização também..
    Esta é a magia trabalhar e muito, com prazer, a Felicidade faz parte..
    Fiquei com muita vontade de compartilhar este livro com muitos e importantes parceiros na vida.
    Abç…

    • Oi Tarcila,

      Q bom vc por aki!! E depois de uma semana cheia, esse post é com certeza uma declaração de prazer no trabalho!!
      Abçs

  2. Marcelo,
    Desde o dia que vc compmentou a respeito deste livro que fiquei curioso, e agora com o post, ficou ainda mais aguçado a vontade em ler e compartilhar a FELICIDADE com todos e tudo ao nosso redor. Obrigado pela dica!!!

    • Oi Carlos,
      Sempre um prazer ver vc por aki,, o livro não somente inspira mas fala de ações efetivas para trasnformar a vida numa experiência mais feliz…
      Aproveite a dica!
      Abçs,
      Marcelo

  3. Tenho que passar a ler o seu blog diariamente como mantra…. Muito bom, amigo!
    Abraço com admiração.
    Rodrigo Queiroz


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: